EmpreendedorFinanças

O mundo financeiro para as mulheres: 6 dicas para você poupar e investir o seu dinheiro

Por 10 de setembro de 2019 Nenhum Comentário

Por que será que as mulheres demoram mais para começar a investir e a guardar dinheiro? Acreditamos que existem vários motivos para isso, como o domínio masculino do mercado, refletido na desigualdade de oportunidades e rendimentos, a característica feminina de destinar prioritariamente a sua renda para o bem-estar familiar (não sobra dinheiro para investimentos) e a até a cultura de comprometer o seu futuro para atender as expectativas sociais deste mundo masculino.

Sabemos que a situação é muito mais complexa do que isso, mas tudo bem! Criamos uma lista com 6 dicas para começar a enxergar essa relação com poupar e investir de outra forma! O mundo atual pode ser masculino, mas o futuro é feminino. 😉

1) Resista ao impulso de gastar. Evite receber ofertas da internet desativando e-mails promocionais, pushs, etc. Faça o exercício de sempre adiar uma compra que você considere necessária por 24 horas. Se, no final deste tempo, você percebeu que ainda precisa daquilo, compre. O grande teste está em resistir ao primeiro impulso;

2) Retome semanalmente os seus objetivos. Reserve um tempo da sua semana para pensar sobre os seus investimentos e o porquê deles. Muitos jovens ainda pensam na previdência pública, por exemplo, mas não sabem como vai ser a “regra do jogo” no futuro. Então aprender constantemente e analisar com calma as possibilidades nos ajuda a investir melhor. Investir errado não resolve o problema do futuro;

3) Poupança não é investimento. Existem investimentos que dão tanta liquidez e segurança quanto uma poupança, além de renderem mais. Pior do que deixar de ganhar é perder (e, se a poupança está rendendo menos que a inflação, você está perdendo).

4) Crie o hábito de poupar. Guarde um pouco do que você ganha: seja 1 real, 10 ou 1000 reais. O valor inicial é indiferente, o que importa é fazer isso de forma recorrente.

5) Tenha objetivos de vida. Guarde o seu dinheiro com base nisso. Aonde você quer estar daqui 10 anos, o que quer ter? Assim você tem uma ideia melhor de quanto vai guardar, a quantidade que for.

6) Aprenda sobre ferramentas. Você já sabe por que precisa guardar, agora chegou a hora de saber onde. Pesquise, peça opiniões, estude propostas. Hoje em dia existem muitas possibilidades entre sites e aplicativos confiáveis que podem te ajudar.

Uma organização financeira pode começar a partir de pequenos valores. A gente se motiva a guardar quando tem objetivos concretos, possíveis e atingíveis. É muito importante ter noção de onde se está e até onde podemos chegar, mas o melhor é saber que não é impossível. O essencial é ter consistência.

Pesquise cada vez mais sobre o mercado financeiro, busque opiniões e estude novos métodos. Toda mulher precisa de um fundo “dane-se”, para ser independente e poder ter liberdade de dar um “sai para lá” em certas situações.

Deixe um Comentário