Contabilidade

Qual a principal função da contabilidade?

Por 25 de setembro de 2017 abril 30th, 2019 Nenhum Comentário

Saiba qual a principal função da contabilidade e entenda porque as informações contábeis são essenciais para as tomadas de decisão da sua empresa.

O surgimento da contabilidade está relacionado diretamente com a evolução da humanidade e a necessidade do homem saber a extensão do seu patrimônio, bem como protegê-lo. Controlar a riqueza, por exemplo, através da contagem de seu rebanho é uma prática muito antiga.

É fato que, com o passar do tempo e as atividades econômicas se tornando cada vez mais complexas, surgiu naturalmente a necessidade de aperfeiçoar a maneira como era controlado o patrimônio.

Acontecimentos que marcaram a evolução do homem – o surgimento da escrita, a cunhagem das primeiras moedas, a invenção da prensa de Gutemberg e da máquina a vapor e, enfim, a Revolução Industrial e o trabalho assalariado – contribuíram diretamente para o aperfeiçoamento da contabilidade e a necessidade de prever o futuro em termos de quanto se tinha, quanto era produzido e consumido, e assim por diante.

No Brasil, ainda Colônia de Portugal, a formação profissional na área contábil surgiu com o curso “Aulas de Comércio” e supervisão da Junta do Comércio de Lisboa. Na época, por volta de 1754, os profissionais contadores eram chamados de “guarda-livros”.

Somente em 1946, com a inauguração da Faculdade de Economia e Administração da Universidade de São Paulo, a contabilidade começou a ser vista como um instrumento para gestão dos negócios. Nesta época, os métodos utilizados nos Estados Unidos começaram a ser estudados e adaptados para a realidade brasileira.

PRINCIPAL FUNÇÃO DA CONTABILIDADE

Atualmente, a principal função da contabilidade é gerar informações confiáveis para que as tomadas de decisão relativas ao patrimônio sejam mais assertivas.

Em um mercado cada vez mais competitivo torna-se imprescindível que proprietários de empresas, administradores, diretores e gerentes estejam bem informados sobre os resultados de seus negócios, o retorno do capital investido, o fluxo de caixa, a eficiência na utilização dos recursos, a eficácia das medidas tomadas, entre outras informações.

A contabilidade abrange de uma forma muito ampla as relações da empresa com seus clientes, fornecedores de bens e serviços, investidores, instituições financeiras, sindicatos, Governo, etc.

Cada uma destas entidades, em relação às informações contábeis, tem suas necessidades específicas. Investidores, por exemplo, precisam saber claramente qual é o retorno de seus investimentos; o Governo, por sua vez, precisa verificar se a empresa está cumprindo suas obrigações com o Fisco, e assim por diante.

Atualmente, a contabilidade tem influência direta nas decisões que são tomadas, na maneira como os negócios são conduzidos e na permanência e evolução das empresas no mercado.

Em termos práticos, as informações contábeis são transformadas em demonstrativos e relatórios legais e gerenciais. Através dos relatórios – balanço patrimonial, demonstração dos lucros ou prejuízos acumulados, demonstração do resultado do exercício, demonstração das origens e aplicações de recursos, balancete de verificação, movimentação de caixa e bancos, demonstração do fluxo de caixa projetado, relatórios de custos e ponto de equilíbrio, entre outros – é possível atuar na gestão da empresa de forma mais eficaz e tomar decisões fundamentadas em informações claras e objetivas.

Ao contrário do que muitos possam pensar, a contabilidade não envolve apenas uma obrigação legal que acaba acarretando no pagamento de impostos ao Governo. Neste sentido, cada vez mais empresas têm utilizado a contabilidade a seu favor para melhorar seus processos gerenciais.

No dia a dia empresarial, a contabilidade permite maior controle financeiro e econômico da empresa, facilita as linhas de crédito, possibilita a distribuição de lucros como alternativa à diminuição de carga tributária como pessoa física, serve de base para apuração de lucro tributável e possibilidade de compensação de prejuízos fiscais acumulados, pode ser utilizada como prova em ações trabalhistas ou outras ações judiciais, entre outros inúmeros benefícios.

A contabilidade, de fato, deixou de enfatizar apenas o controle de bens, direitos e obrigações, e passou a desempenhar um importante papel na gestão das organizações. Atualmente, uma boa contabilidade é capaz de influenciar diretamente nos processos, nas tomadas de decisão e no crescimento das empresas no mercado.

 

Fonte:

Professor Prates – Origem, evolução e objetivos da Contabilidade

Jornal Contábil – Conheça a origem e a história da contabilidade

FECAP – Relevância do uso das informações contábeis nos processos decisionais

Capital Social – As vantagens da boa contabilidade para empresas

 

Fonte Imagens:

Freepik – Jannoon028

Deixe um Comentário